Com frentes de obras diversas, as intervenções urbanas estão preparando o Rio de Janeiro para receber os Jogos Olímpicos de 2016 com os braços abertos, assim como Cristo Redentor, emblemático monumento carioca. As grandes obras, sejam esportivas ou hotéis de luxo, apontam em comum tendências já consagradas no mundo e no Brasil: projetos que priorizam o uso de vidros de proteção solar para obter eficiência energética, conforto térmico e certificações sustentáveis. Ressalta-se também a criatividade no uso do vidro, aplicado de forma a delinear verdadeiras obras de arte, como por exemplo, painéis de mosaicos, formados por tonalidades diferentes do material. Sem sombra de dúvidas, a Cebrace largou na frente e emplacou vários pódios. Tratando-se da hospedagem, vários hotéis foram construídos para receber turistas e participantes do evento. Somente a Barra da Tijuca, região palco de parte das disputas, terá aproximadamente 11.000 novos quartos de hotéis, segundo a estimativa da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ). Vale destacar o Hotel Pestana, da Construtora Dominus Engenharia, que utilizou nas fachadas laterais e no guarda corpo das varandas 3.000 m² do vidro Cool Lite STB e Cool Lite ST, com beneficiamento realizado pelo Grupo Paris, permitindo uma combinação de cores e tamanhos. Já o Hotel Mio + Venit, da Construtora Kreimer e com beneficiamento do vidro realizado pelo Grupo Paris, buscou por meio da aplicação do materialem toda a sua fachada, um aproveitamento da luz natural que resultasse em conforto térmico e otimização do isolamento termo acústico. Foram aplicados 2.850 m² os vidros de proteção solar super seletivosCool Lite SKN, os de mais alto desempenho da Cebrace. Avariedade de tonalidades dos PVBs que intercalam as diversas combinações do vidroresultou em um mosaico na fachada do hotel, deixando seu visual diferenciado e moderno. Outro empreendimento de destaque é o luxuoso Trump Hotel. Localizado no Jardim Oceânico, um subdistrito da Barra da Tijuca, o Trump Rio é o primeiro hotel na América do Sul do grupo do empresário e pré-candidato à presidência dos EUA, Donald Trump. Com 13 andares e 171 apartamentos, sua arquitetura é destacada pela transparência e sofisticação de dentro a fora. Foram aplicados 1.500 m² de vidro laminado temperado incolor, beneficiados pelo Grupo Paris, com a espessura de 16 mm em todos os guarda corpos do hotel. O Diamant, o vidro extra clear da Cebrace, foi aplicado nas divisórias entre os quartos, somando um total de 500 m². O edifício Vogue Square também contou com o beneficiamento dos vidros pelo Grupo Paris. O empreendimento é um novo conceito de complexo multiuso na Barra da Tijuca, com salas comerciais e a rede hoteleira. O projeto do Vogue Square buscou desde o início uma construção sustentável e produtos que resultassem em eficiência energética. Em toda a fachada, foram aplicados 7.000 m² de vidros de proteção solar Cool Lite ST laminado. Categorizado como um hotel cinco estrelas, o Hilton Barra é o primeiro hotel da empresa Hilton Worldwide, considerada uma das maiores redes de hotelaria do mundo. O seu projeto arquitetônico representa a relação do edifício com a cidade. As varandas envidraçadas indicam os apartamentos e a fachada recuada, no último pavimento, identifica as suítes especiais e presidenciais. Com o beneficiamento realizado pela Laminar Vidros, no total, foram instalados de 14.000m² do vidro de proteção solar Cool Lite laminado com float incolor. A Laminar Vidros também realizou o beneficiamento dos vidros do hotel Grand Mercure, localizado dentro do maior Centro de Convenções e Exposições da América Latina, o Riocentro, próximo à Cidade Olímpica. A fachada recebeu 12.000 m2 do vidro de mais alto desempenho da Cebrace, o Cool Lite SKN. Além da alta transparência do produto proporciar uma bela vista para a lagoa e montanhas ao redor da cidade, o Cool Lite SKN permite a entrada máxima da luz natural e a comprovada proteção solar. No meio do Parque da Pedra Branca e das lagoas da Barra da Tijuca, está o conjunto residencial Ilha Pura, planejado com modernas tendências urbanísticas e condomínios de alto padrão. Os 110.000m² de vidro em revestimentos de fachadas foram pensados para criar um bairro modernizado. Com beneficiamento realizado pela Fanavid, o vidro Habitat Neutro Incolor laminado com float bronze e cinza, trouxe sofisticação pela sua transparência e modernidade pela diversidade de suas tonalidades. Por meio do beneficiamento realizado pela Glassec Viracon, as obras do prédio do Centro de Transmissão dos Jogos (IBC), também se diferenciaram pela aplicação de um vidro de alta performance. Os 68.000 m² de área construída no qual serão instaladas cerca de 70 emissoras de TV e de rádio que farão transmissão dos jogos, tiveram as fachadas revestidas com 6.000 m² do vidro de proteção solar Cool Lite ST laminado, com as espessuras de 4 mm e 6 mm. O IBC tem capacidade para receber até dez mil jornalistas e irá funcionar 24 horas por dia durante os Jogos Olímpicos. Para atender melhor os passageiros que movimentarão o Rio de Janeiro durante as Olimpíadas, o aeroporto internacional Tom Jobim – RIO galeão está em fase de reforma. Garantindo a entrada da luz natural e a proteção solar, foram instalados em toda a fachada do Galeão 6.000 m² do vidro Cool Lite KNT laminado, com espessura de 6 mm. A “reinauguração” do terminal aéreo está prevista para o final de abril. Até os Jogos de 2016, o local terá 59 novas pontes de embarque e mais 260.000m² de pátio de aeronaves, além do novo píer. As obras para os Jogos Olímpicos de 2016 dizem muito mais do que a criação de um espaço de excelência para receber o evento esportivo. Os grandes projetos reforçam a consagração do uso do vidro no Brasil como uma solução para aliar criatividade, sustentabilidade, conforto térmico e beleza.