Casa Cor Rio 2012

Quebrando o padrão de três anos consecutivos, a Casa Cor Rio deixa de ser sediada em prédios históricos e tombados do Rio de Janeiro para ter como plano de fundo o condomínio FontVieille, localizado na Península, o primeiro bairro ecologicamente planejado da cidade, que possui 780 mil m² de área verde, dois parques, cinco jardins temáticos, uma trilha ecológica e apenas 8% de sua área edificada.

“O contraste entre as propostas dos últimos três anos e a desta edição é um atrativo a mais para o público. Os ambientes estão sendo pensados para o momento atual, onde design, tecnologia e sustentabilidade estão sempre presentes”, diz Patrícia Mayer, sócia da 3 Plus, empresa organizadora da Casa Cor Rio desde sua primeira edição.

A 23ª edição da Casa Cor Rio conta com 42 equipes de arquitetos, decoradores e paisagistas que retratam, em apartamentos com plantas e metragens distintas, seis maneiras contemporâneas de viver e morar. O evento ocupa uma área total de 10 mil m² e está instalado em dois edifícios.

Uma curiosidade deste ano é a “desconstrução” dos apartamentos – customizados de acordo com o perfil dos moradores e com um desenho novo em cada planta assinada pelo arquiteto Mário Santos, responsável pela implantação e conceituação do evento.

O Cocktail Bar, idealizado pela Paola Ribeira, foi apresentado na Casa Cor Rio 2012

“O conceito deste ano busca o estilo de morar de nossos dias e reflete o que é a Península: a urbanização pensada, com segurança e um ‘plano diretor’ que preserva o meio ambiente. Um modelo que conta com o compromisso de cada morador na manutenção permanente do bairro e a recuperação ambiental de seu entorno”, finaliza Patrícia.

A mostra de decoração estará aberta ao público do dia 10 de outubro ao dia 18 de novembro. O evento será sediado no Condomínio FontVieille, localizado na avenida dos Flamboyants, 500 – Península, Barra da Tijuca.

Confira, na próxima edição da revista, a cobertura completa da mostra.

“O contraste entre as propostas dos últimos três anos e a desta edição é um atrativo a mais para o público”.