Laminado e aramado

Continuando o nosso artigo sobre vidros de segurança, vamos tratar nesta edição a respeito dos vidros de segurança laminado e aramado.
Inicialmente vou escrever sobre o vidro de segurança laminado e no encerramento do artigo, farei algumas breves considerações a respeito do vidro de segurança aramado.

Definição
Conjunto composto de uma chapa de vidro com uma ou mais chapas de vidro ou material plástico, unidos com uma ou mais camadas intermediárias.

Camadas intermediárias (interlayers)
Material que atua como um adesivo e separador entre as chapas, que pode conferir ao produto acabado características tais como: resistência ao impacto, resistência ao fogo, controle da luz solar e isolamento acústico.
Há duas formas de processos de laminação:
– processo de laminação com película: Processo de laminação no qual a camada intermediária é um filme, que é colocado entre as chapas e em seguida submetido a calor e pressão, para produzir o produto final.
– processo de laminação com resina: Processo de laminação no qual a camada intermediária é obtida pela introdução de um liquido entre as chapas, sendo, em seguida, curado através de processo químico ou físico, para produzir o produto final.

Características
Quando o impacto não é suficiente para furar o vidro, o vidro de segurança laminado não permite o atravessamento do vão, pelo “impactor” que podem ser desde objetos até pessoas; e quando quebrado os estilhaços de vidro ficam presos na sua camada intermediária.
O vidro laminado pode ser produzido em diferentes espessuras, podendo ainda ser assimétrico, ou seja, com espessuras diferentes de chapas, desde que estas não sejam superiores a 2 mm.
Sua diversidade de cores é outra característica bastante interessante desse vidro, que pode utilizar vidros coloridos ou mesmo interlayers coloridos de diversas cores, fazendo do vidro de segurança laminado, um produto bastante versátil.
Uma característica bastante importante do vidro laminado é que ele barra 99,6% da radiação UV, que é a principal causadora do câncer de pele e, também, responsável pelo envelhecimento precoce de materiais, tais como tecidos e madeiras.

Principais Aplicações
As possibilidades de aplicações do vidro de segurança laminado são estabelecidas em norma técnica, assim como ocorre no caso do vidro temperado.
Suas principais aplicações são:
– Fachadas de edifícios, acima do pavimento térreo onde não exista resguardo (ex.: parapeito) de altura mínima de 1,10 m, deve-se aplicar o vidro de segurança laminado.
– Claraboias e telhados, quando não houver proteção adequada (ex.: telas metálicas) deve-se aplicar o vidro de segurança laminados.
– Envidraçamento de balaustradas, parapeitos, sacadas e envidraçamento não-verticais sobre passagem deve ser executado com vidro de segurança laminado, quando não houver proteção adequada.
– Vitrines, apesar de ser permitido o uso de vidro de segurança temperado, sempre indico o vidro de segurança laminado, para esse tipo de aplicação, pois além evitar a queda de fragmentos sobre as pessoas, uma vez estes ficam presos na sua camada intermediária, pode-se manter a peça quebrada durante a espera pela instalação da nova peça. Além disso, no caso de vitrines que exponham objetos de elevado preço, reduz-se o risco de furtos por causa do vidro quebrado, uma vez que ao utilizar o vidro de segurança laminado, mesmo quebrado, ele permanecerá protegendo o vão que ficaria aberto e exposto com a utilização de outros vidros.
– Guarda-corpos, cujo fechamento seja exclusivamente composto por vidro, deve-se aplicar o vidro de segurança laminado.

 


Nota: Para aplicação de qualquer vidro em fachadas deve-se levar em consideração, durante a etapa de especificação e dimensionamento da espessura, os esforços solicitantes, principalmente os relacionados às cargas de vento; assim como para o fechamento de guarda-corpos, deve-se considerar as cargas advindas dos esforços que o vidro terá de suportar.
O vidro de segurança laminado só pode ser instalado em esquadrias ou structural glazing (vidros colados em seu perímetro em estrutura portante usando adesivos ou fitas estruturais).
Para as aplicações autoportantes, onde não possa utilizar o vidro de segurança temperado (ex.: guarda-corpos cujas peças de vidros serão fixadas por meio de parafusos), deve-se utilizar o vidro de segurança laminado de temperado, pois, conforme foi esclarecido no artigo anterior, o vidro laminado não possui resistência mecânica suficiente para este tipo de aplicação, sendo necessário a laminação de vidros temperados.


O vidro aramado é um vidro impresso que recebe durante a sua fabricação uma rede metálica de malha quadriculada de ½” .
É um dos vidros mais antigos, sendo utilizado pelos romanos, como janelas, conforme constatado nas ruinas de Pompéia.
Também, é considerado um vidro de segurança e anti-chamas, sendo testado e aprovado nos E.U.A. desde 1899.
No Brasil é classifica como RE 60 segundos, conforme a norma NBR 14925.

Características
A rede metálica incorporada ao vidro tem como função principal manter presos os fragmentos dos vidros no momento que a peça de vidro quebrar, reduzindo os riscos de ferimentos e preservando, dessa forma, o vão fechado até que ocorra a substituição da peça quebrada por uma nova.
Diferente do vidro de segurança laminado, o vidro aramado é produzido no Brasil, em 6 mm de espessura e apenas na versão incolor.
Os vidros aramados são de difícil ajuste dimensional, nesse caso recomenda-se medições criteriosas e precisas das esquadrias ou dos vãos.

Principais aplicações
O vidro aramado segue as mesmas aplicações dos vidros laminados, desde que essas atendem às especificidades de cada projeto e de suas aplicações, mas pode ser aplicado em:
– Parapeitos, balaustradas, sacadas, e guarda-corpos
– Vitrines;
– Coberturas e claraboias;
– Vidraças não verticais sobre passagens;
– Vidros até 10 cm do piso – para pavimento térreo – e 90 cm para os demais casos. Ex.: Portas.
– Escadas de incêndio para atendimento às exigências do corpo de bombeiros, devida a sua característica de ser um vidro anti-chama.
– Portas corta-fogo.

Referências normativas
– NBR 7199 – Projeto, execução e aplicações de vidros na construção civil
– NBR 14697 – Vidro de segurança laminado
– NBR 14718 – Guarda- corpos para edificações