O guarda-corpo foi instalado para favorecer a discrição do vidro

O guarda-corpo foi instalado para favorecer a discrição do vidro

Nem só de grandes volumes de vidros instalados em fachadas sobrevive o setor vidreiro. Na verdade, a maior parte dos vidros temperados, comuns e espelhos é instalada em pequenas obras ou reformas. Algumas dessas instalações chamam atenção pela ousadia, pela originalidade ou pela criatividade dos vidraceiros.
A partir desta edição, pretendemos abordar algumas dessas soluções, destacando seus autores. Começamos pela Vidraçaria Temper Glass 2004, instalada há 9 anos na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro para atendimento principalmente a arquitetos e designers de interiores em reformas de apartamentos.
O ano, diante do nome da vidraçaria, indica a época de sua fundação e foi adotado para diferenciá-la de outra empresa com mesmo nome registrada no mercado.
As fotos enviadas pelo proprietário Adolfo Júnior, mostram que o estabelecimento procura utilizar o vidro de forma a não mostrar estruturas e ferragens: “Em muitos casos o cliente quer a praticidade de contar com um elemento que lhe dê segurança sem comprometer a visão e na minha opinião não tem nada melhor do que o vidro para atingir esse resultado”, diz. Também procura utilizar soluções modernas e diferenciadas de envidraçamento, principalmente com o emprego de vidros temperados.

A transparência foi o que contribuiu para a escolha de vidros nos projetos acima. A direita, o cliente não queria ver os suportes das roldanas, o que levou a empresa a instalar uma chapa em cima da porta.

A transparência foi o que contribuiu para a escolha de vidros nos projetos acima. A direita, o cliente não queria ver os suportes das roldanas, o que levou a empresa a instalar uma chapa em cima da porta.

Esse é o caso de alguns guarda-corpos instalados em coberturas. Mesmo nas fotos tiradas do local, os vidros são pouco percebidos, embora estejam lá garantindo a segurança dos usuários do local contra quedas.
A utilização de materiais nobres, como o aço inox, acrescenta requinte às instalações. Além dos guarda-corpos o material é empregado em boxes para banheiros e divisórias. No caso dos boxes, a inovação está na criação de boxes em “U”, ou montados com divisórias para a banheira ou ainda sem trilho inferior. Para esses trabalhos a empresa utiliza as soluções prontas em kits ou na forma avulsa da empresa Rollit, que atua em todo o Brasil.
O mármore também está presente, em uma instalação de escada o vidro ficou “chumbado” na extremidade dos degraus dando aparência de ter sido simplesmente encaixado em um corte feito no material. Na verdade, a vidraçaria desenvolveu essa solução em conjunto com a construtora. “Primeiramente, fizemos um molde de Eucatex contornando os degraus da escada, em seguida instalamos perfis de alumínio em U na lateral da escada enquanto ainda estava apenas no concreto, depois do vidro pronto, temperado e laminado 8+8 mm, instalamos nos perfis e o marmorista fez o resto do trabalho, cortando o mármore e colando na escada na parte embaixo do vidro, criando assim uma espécie de sanduíche”, explica Júnior.
Outra solução criativa foi oferecida a um cliente que não queria ver o suporta das roldanas em uma porta de correr. A solução foi desenvolver para o local um “bandô” de alumínio que impediu a visão do sistema e deixou o cliente bastante satisfeito.
Outra dica de Junior para impressionar é o complemento de um muro baixo com ferragens articuláveis em aço inox e vidro (da Rollit). Assim como nos casos anteriores, o vidro somente é percebido em um segundo momento, garantindo um aspecto livre e limpo.
Junior diz que prefere concentrar seus pedidos em poucos fornecedores para fortalecer essas parcerias. Seu fornecedor principal de temperados é a New Temper e de laminados, a Belém Vidros.