A nova torre da FGV foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

O arquiteto Oscar Niemeyer projetou o novo prédio da Fundação Getúlio Vargas, prevendo que toda a fachada do prédio fosse feita com vidros, somando 20 mil m² do material. A obra, começou com oito anos de atraso, e deve ser concluída nos próximos dias.

A nova torre da FGV foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

A assinatura de Niemeyer no projeto e a utilização de materiais de qualidade na obra fazem com que o prédio tenha um alto valor agregado. A execução da obra ficou por conta da Carioca Engenharia, que empregou 115 pessoas para trabalhar no edifício (entre administração e produção).

A nova torre da FGV foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

As novas instalações da FGV compreendem uma torre com 19 andares e dois subsolos, e um centro cultural, com três pavimentos, que abrigará salas de estudo, auditórios e espaço para exposições.

A nova torre da FGV foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

Durante a construção, houve uma preocupação com o conforto acústico do edifício, que está localizado na Praia de Botafogo, ao lado do prédio atual da FGV. Assim, o Grupo Paris forneceu vidros e alumínios com qualidade acústica. Os vidros são duplos refletivos fumê de 31 mm; e as esquadrias são acústicas, proporcionando um conforto termo acústico maior para o edifício.

A nova torre da FGV foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

Para fazer a instalação dos 20 mil m² de vidros usados na fachada da torre e do auditório, o Grupo Paris contou com uma equipe fixa de 20 homens que trabalharam na obra entre o período de março de 2013 e junho de 2013.

O projeto de construção da torre ficou parado por oito anos, porque a Associação de Moradores de Botafogo questionou a obra na Justiça, alegando que ela estaria fora dos padrões do Projeto de Estruturação Urbana do bairro.

A nova torre da FGV foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

Depois de liberada a construção de prédios altos na região, a obra começou em outubro de 2010 e está prevista para ficar pronta neste mês. Para homenagear o arquiteto, a FGV batizou o prédio com o nome Torre Oscar Niemeyer.

A nova torre da FGV foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.