Andamento da obra da CBVP. A foto foi tirada no dia 19 de junho de 2013.

Andamento da obra da CBVP. A foto foi tirada no dia 19 de junho de 2013.

A Companhia Brasileira de Vidros Planos (CBVP), confirma o acendimento do forno previsto para a segunda quinzena de setembro e o início da operação em outubro deste ano. Neste próximo mês de julho, a empresa inaugura uma indústria de mineração e beneficiamento de sílica, feldspato, dolomita e calcário. A usina ficará no município de Pedras de Fogo, na Paraíba, e terá capacidade instalada de 800 mil toneladas de sílica/ano.
O empreendimento, que servirá para alimentar a futura planta de vidros planos, será resultado de um investimento de R$ 40 milhões. Com a fábrica, a CBVP terá controle sobre todas as suas etapas de produção, garantindo a qualidade final dos seus produtos.
A nova unidade produtora de vidro float, localizada no município de Goiana (PE), é resultado do investimento de
R$ 930 milhões e utilizará tecnologia pioneira para fabricação de vidros planos. A CBVP irá produzir vidros planos incolores e coloridos, laminados e espelhos em uma área construída de 90 mil metros quadrados.
O parceiro tecnológico do Grupo Cornélio Brennand neste negócio é o grupo francês Fives, que possui a liderança mundial em tecnologia para fabricação de vidros planos, e está presente em mais de trinta países. A CBVP utilizará uma tecnologia inédita no Brasil, a L.E.M.™ (Low Energy Melter™), que fará com que a empresa tenha um processo de produção muito eficiente do ponto de vista energético.
Como parte do planejamento estratégico, a companhia iniciou sua operação comercial em agosto de 2011, comercializando vidros planos importados. Para dar suporte as ações comerciais foram inaugurados, no início de 2012, dois centros de distribuição, sendo um em Pernambuco e outro no estado de São Paulo