Mineirão

Mineirão terá seis mil metros quadrados de vidros fornecidos pela Laminar.

A Laminar, outra empresa do setor vidreiro carioca faz um gol de placa e deixa sua marca em uma das mais grandiosas obras que terão visibilidade internacional durante a Copa das Confederações (2013) e do Mundo (2014). A empresa é responsável pelos vidros instalados nos guarda-corpos, fachadas de camarotes e áreas de escritório no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, o segundo maior do país.
A obra de reforma e modernização atende todas as exigências da Fifa para receber os jogos mundiais. O prédio foi entregue em dezembro do ano passado dentro do cronograma previsto, com a presença da presidenta Dilma Roussef e com show aberto ao público da banda Jota Quest.
A Laminar venceu a concorrência para o fornecimento de seis mil metros quadrados de vidro laminado de 12mm modelados, laminado de 16mm, laminado com SentryGlass modelados, temperado e laminado 10+10m.
A instalação dos vidros e caixilhos ficou a cargo da Tecvision, de São Paulo, e da Tarser, de Belo Horizonte.
As obras do Mineirão duraram 1060 dias. A reforma foi iniciada em junho de 2010 e obedeceu a três estágios. Realizada por meio de parceria público-privada, a obra contou com investimentos de R$ 665, 8 milhões. Durante o pico das obras, trabalharam no local três mil operários.
As intervenções no Mineirão foram divididas em três etapas. O governo de Minas arcou com os custos das duas primeiras, investindo R$ 11,8 milhões. Na primeira etapa, foram realizados serviços de manutenção e correções na estrutura do estádio. Na segunda, foram feitos o rebaixamento do campo de jogo em 3,4 metros, demolição de parte das arquibancadas inferiores, construção de escritórios, reforma de banheiros e vestiários para a obra. A terceira etapa, realizada por meio de parceria público privada, ficou sob a responsabilidade da Minas Arena, empresa vencedora da licitação, que custeou os R$ 654 milhões da obra e terá o direito de explorar o Mineirão nos próximos 25 anos.
O clássico entre Cruzeiro e Atlético marcou a inauguração tão esperada do estádio para os torcedores mineiros, no dia 3 de fevereiro.

Fotos Reforma

Fotos da reforma do Mineirão, tiradas no final de 2012, registram forte presença de vidros no estádio.

Passado
Localizado na Pampulha, região internacionalmente conhecida por abrigar importantes obras do arquiteto Oscar Niemeyer, o Estádio Governador Magalhães Pinto, o “Mineirão”, foi inaugurado em cinco de setembro de 1965. No jogo inaugural, a Seleção Mineira venceu o River Plate, da Argentina, por um a zero, gol de Buglê, jogador do Atlético Mineiro.
Desde a inauguração do Mineirão, em 1965, a Seleção Brasileira disputou 20 partidas no estádio e conquistou 15 vitórias. Foram três empates e duas derrotas. Desses jogos, 15 foram amistosos, dois válidos pela Copa América e outros três pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

Maracanã

O Maracanã terá vidro na Central de Monitoramento e Segurança e nos elevadores que vão transportar as pessoas até os camarotes e lounges.

Maracanã em fase de acabamento
A reforma do maior estádio do país, o Maracanã, já alcança mais de 90% e deve ser entregue ainda no primeiro semestre. Palco das finais da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014, o estádio do Rio de Janeiro está em fase de içamento e instalação da nova cobertura.
O processo para levantar a estrutura de cabos tensionados do “teto” da arena é o Big Lift, que contará com apoio de 25 alpinistas em sua etapa final, a uma altura de 30 metros.
Atualmente, outras frentes de trabalho incluem o acabamento em instalações como banheiros, bares e camarotes, a recuperação das duas rampas monumentais e a implantação do novo sistema de drenagem do campo. Também estão sendo instaladas cadeiras e equipamentos de áudio, luz, som e salas de controle e monitoramento.
O estádio terá capacidade para 78.639 torcedores e a obra está orçada em R$ 882,9 milhões.