Desenho do pedido de orçamento que foi enviado para 45 vidraçarias fluminenses

Para testar o desempenho das vidraçarias fluminenses diante de pedidos enviados por meio eletrônico, a redação da Revista Sincavidro enviou e-mails contendo um orçamento fictício de um fechamento de vão com 2,90 m de largura e com altura de 2,10 m em vidro verde na espessura de 10mm.
Na solicitação enviada foi anexado um desenho do fechamento e informado, no corpo do pedido, que a instalação seria realizada a uma distância de aproximadamente 2 km da vidraçaria na porta de entrada de um edifício comercial. Foi solicitado também que as vidraçarias enviassem orçamentos com molas de piso Dorma instaladas e uma opção sem a inclusão de tais molas.
Os pedidos foram enviados a 45 vidraçarias no dia 23 de fevereiro pela manhã e obtivemos o seguinte resultado:
-No mesmo dia dez vidraçarias responderam, porém, somente cinco forneceram orçamentos. O restante só respondeu pedindo mais informações. As que forneceram orçamento estão localizadas na Tijuca, Nova Friburgo, Petrópolis, Duque de Caxias e Rio das Ostras.
No dia seguinte, mais quatro vidraçarias responderam enviando orçamentos;
No terceiro dia, duas vidraçarias enviaram orçamentos;
No quinto dia e no sexto dia, somente duas empresas (uma em cada dia) enviaram orçamentos;
No sétimo dia, duas empresas responderam enviando os orçamentos solicitados.
Ao final, portanto, 30 empresas não responderam. Esse pequeno índice de respostas pode indicar despreparo das vidraçarias no atendimento por meio eletrônico ou somente desconfiança destas na utilização desse sistema de vendas, o que o torna menos disputado.
Os valores dos orçamentos recebidos pela redação variaram de R$ 1.500,00 a R$ 3.700,00 para a instalação sem molas Dorma, com preço médio de R$ 2.620,00.
Incluindo as duas molas na instalação os valores variaram de R$ 2.400,00 a R$ 4.100, com preço médio de R$3.300,00.
O menor preço, tanto com molas quanto sem molas Dorma, foi fornecido pela vidraçaria que atua na cidade de Araruama. O maior foi fornecido pela vidraçaria instalada no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, o que explica a grande variedade de preços. A localização geográfica das vidraçarias e, consequentemente, os custos e o poder aquisitivo dos clientes próximos é fator determinante nos preços finais.
Por fim, os orçamentos enviados possuíam duas “pegadinhas”, que foram percebidas somente pelas vidraçarias mais “técnicas”. Confira na próxima edição da revista.