smartblinds

O vidro dotado de película cristal líquido, que chegou ao Brasil há aproximadamente 20 anos comercializado pela Santa Marina Vitrage, pelo Grupo Paris e pela Eurocentro (com diferentes nomes), sempre fez sucesso em feiras e exposições. Atualmente é comercializado pela PKO e continua atraindo um bom público em toda parte em que é exibido. E se antes o sucesso nos estandes não se revertia em vendas depois de passado o orçamento, hoje a realidade começa a mudar pela maior busca por produtos sofisticados do consumidor brasileiro.
O controle do cristal líquido, entretanto, evolui nessas duas décadas e, para 2013 a Gauzy, uma empresa israelense, promete revolucionar esse segmento com seu lançamento. Sua nova tecnologia permite transformar o vidro em uma persiana inteligente, que simula os movimentos de abrir, fechar e bascular. As persianas podem ainda ganhar formatos ondulados e abrir também para os lados.
A fabricante calcula, ainda, que apesar das inúmeras vantagens o preço do produto final ao consumidor será o mesmo ou até mesmo inferior que o de um vidro com cristal líquido convencional.

Testado na prática
A inovação, entretanto, não pára por aí. O sistema de controle permite escurecer o vidro ao mesmo tempo em que bloqueia a visão. A solução já foi implantada no Hotel Ritz-Carlton, de Tel Aviv em uma divisória de vidros que separa o quarto do banheiro.
Outras versões do produto já foram instaladas em um sítio arqueológico israelense com comando automático. Projeções são feitas em vidro opaco para os visitantes que estão do lado de fora, alternando com a transparência parcial e total da fachada em um verdadeiro show de imagens.
Outra versão do produto, implantado em uma loja, é acionado com sensor de presença. Quando o consumidor pára diante de uma vitrine ela fica opaca em alguns segundos e uma rápida transmissão é projetada informando promoções ou anunciando produtos. Em seguida desaparece totalmente.
A Gauzy divulga muitas outras aplicações, que vão além de divisórias e janelas. Ela inclui portas, janelas de automóveis e produtos eletrônicos. Aliado a outras tecnologias o produto é capaz de manter a luminosidade constante em um ambiente aumentando a opacidade sempre que o brilho do sol aumenta. Aplicado na parte frontal de geladeiras a novidade se alinha com a proposta ecológica, pois evita que o usuário abra a porta sem necessidade para escolher o que necessita.

São Paulo e Rio de Janeiro
Como a tela de cristal líquido é utilizada em vidros laminados, junto ao interlayer, a estratégia da Gauzy no Brasil é de escolher um ou dois laminadores que atuarão como parceiros comerciais no Rio de Janeiro e um ou dois laminadores que atuarão em São Paulo. Segundo o presidente da empresa, Eyal Peso, eles já deverão ser definidos no mês de janeiro.
A política de empresa israelense é de apoiar o processo de produção de ponta a ponta. Oferecem formação, certificação e ferramentas automáticas que garantem a produtividade e a qualidade do produto final.

Demonstradores
Referência em tecnologia para pontos de venda, a Droid,  empresa paulistana, oferece para o mercado a Crystal Screen, uma linha de telas transparentes de LCD que permite que se veja através delas. Inédita no Brasil, essa tecnologia possibilita a transmissão de uma infinidade de informações que podem complementar ou destacar um produto, proporcionando muito mais dinamismo às vitrines e no interior das lojas. A Crystal Screen é composta por várias camadas, sendo duas com substratos de vidro. Sua opacidade é semelhante a do vidro, proporcionando a mesma leveza e transparência. Nesse sistema é possível promover a interação do conteúdo virtual com objetos reais que se deseja destacar. Disponível inicialmente em 22 e 46 polegadas, a solução é ideal para ser utilizada em vitrines, pois, além de promover o produto, pode divulgar informações sobre ele e interagir com o consumidor, estabelecendo uma forma dinâmica e moderna de comunicação com o público.